segunda-feira, 2 de junho de 2014

Sam Claflin fala sobre “Os Jogos da Fome” e Phillip Seymour Hoffman

Sobre a saga - "Os Jogos da Fome":
1.Treinavas durante cinco horas por dia para “Os Jogos da Fome”. Qual é o exercício que mais odiavas mas que dava os melhores resultados?
Correr. Ainda por cima, numa passadeira, é tão aborrecido. As passadeiras onde estava nem sequer tinham televisões para ver enquanto corria. Era só a passadeira e a música. E cheguei a um ponto onde estava a ficar louco. Corria uma hora seguida. Começava com passada rápida e terminava com passada rápida e tentava mudar durante o treino.
2.A horrorosa corrida intervalado?
Sim. Exatamente! É essa a palavra. Chega ao ponto que depois daquele sprint longo, só pensas, “Eh, ainda tenho meia hora disto”. Não é divertido, não gosto mas é o que funciona e, para muito do que preciso, faz o trabalho.

Sobre Phillip Seymour Hoffman:
3.O que as pessoas não percebem sobre Phillip Seymour Hoffman?
Penso que ninguém o conhecia realmente, se isso fizer sentido. É o mesmo com toda a gente: penso que cada um tem a sua vida pessoal que deve ser mantida pessoal. Então eu acho que ele foi muito mal interpretado desde as alegações sobre o uso de drogas. Ele é um tipo… não sei, o que estou a tentar dizer é que ele foi incompreendido por muitas pessoas, especialmente pelos fãs. Penso que toda a gente tem os seus problemas mas o facto é que não se pode negar que o homem era um dos homens mais talentosos do planeta e é muito triste que ele tenha partido.
Outros:
4.Podes recomendar um bom livro?
Os Jogos da Fome? Não sou um grande leitor, infelizmente.



-- 
Envia as tuas dúvidas para: http://ask.fm/HGPortugal
Envia as tuas ou sugestões para:  thehungergamesportugalfans@gmail.com